14 de dezembro de 2010 | Alimentação

Não confunda suplementos alimentares com suplementação para atletas

Suplementos alimentares vão muito além dos suplementos destinados especificamente aos atletas.

Hoje, quando se fala em suplementos alimentares, no geral, eles são facilmente confundidos com os alimentos para atletas. No entanto, suplementos alimentares vão muito além dos suplementos destinados especificamente aos atletas.

“No Brasil os suplementos são compostos vitamínicos e ou de minerais que servem para complementar a dieta diária de uma pessoa saudável, em casos onde sua ingestão a partir da alimentação, seja insuficiente ou quando a dieta requerer suplementação”, define Daniela Tomei, farmacêutica e assessora do grupo de Suplementos Alimentares da ABIAD (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres).

Ela explica que, segundo a regulamentação no país, os suplementos devem conter apenas vitaminas e/ou minerais com no mínimo 25%, e no máximo até 100% da Ingestão Diária Recomendada (IDR), na porção diária indicada pelo fabricante. “Eles não podem substituir os alimentos, nem serem considerados como dieta exclusiva”, alerta.

Daniela informa ainda que em muitos países, a categoria de suplementos alimentares abrange, além das vitaminas e minerais, outros nutrientes como fibras e aminoácidos, substâncias com efeito nutricional ou fisiológico, como os antioxidantes licopeno e luteína e/ou ácidos graxos como ômega 3, entre outros.

No Brasil, por questões regulatórias, os produtos contendo outras substâncias além de vitaminas e minerais, não são identificados como suplementos alimentares no rótulo, o que contribui para a confusão entre estes e os suplementos para atletas, lembra a farmacêutica.

Ela acrescenta que, “para conceituar os suplementos alimentares de acordo com o que se tem ao redor do mundo e orientar melhor o consumidor deste tipo de produto, a ABIAD propôs em janeiro deste ano, uma atualização da regulamentação dos suplementos no país, já em avaliação pela Anvisa.”

A respeito do consumo de suplementos alimentares, a farmacêutica observa que não apresenta riscos desde que se leve em conta alguns fatores como:

Por fim, “a diferença entre suplementos alimentares e alimentos para atletas no Brasil, está na composição mais abrangente dos suplementos alimentares e na sua finalidade de uso”, destaca e conclui Daniela Tomei.

Leia mais em:
Comente!

  •  

Confira
Newsletter

Cadastre-se abaixo e receba os artigos do site em seu e-mail!

Quem Somos | Fale Conosco | Política de Privacidade | Criação de sites
Vida e Equilíbrio | (11) 5539-7227 | Av. Gen. Ataliba Leonel, 93 - Conjunto 94 - 02033-000 - São Paulo (SP) 2nd